top of page

ESCREVER COM INSÃ / ESCREVER COM EXU

Christina Elias evoca os orixás em dupla apresentação no Galpão do Sesc Pompéia (São Paulo).

Evento é parte integrante do projeto Projeto Lonjuras


A artista do corpo Christina Elias apresenta gratuitamente a performance "ESCREVER COM IANSÃ" no dia 22 de novembro de 2023 (quarta-feira), das 18h às 22h, no Galpão do Sesc Pompéia, na Água Branca, em São Paulo. Previamente, ela apresentou "ESCREVER COM EXU" na última sexta-feira, dia 17 de novembro de 2023. As performances fazem parte do Projeto Lonjuras - organizado por Ricardo Muniz Fernandes, que acontece entre 17 e 26 de novembro de 2023 na unidade, reunindo diversos artistas e pensadores.


EXU no candomblé e no umbanda é o orixá que liga - uma ponte entre o bem e o mal, o certo e o errado, o material e o abstrato, o humano e o divino, trazendo sempre movimento e transformação, Exu é a chave que abre tudo. IANSÃ, orixá mulher, guerreira dos ventos, das chuvas e dos trovões, controla os fenômenos climáticos representando a força do Feminino. Seu nome tem origem iorubá e significa “mãe de nove filhos”. Tendo aprendido muito sobre a guerra com Ogum e Xangô, Iansã sempre acompanha os guerreiros nas batalhas – “não nasceu para ficar em casa”.



Desde 2011, com o trabalho HERE AND THERE [OR SOMEWHERE INBETWEEN] (vídeo, instalação, performance, Radialsystem Berlin, 2011) e outros que seguiram como a série de DIÁRIOS DE UM MINUTO (vídeo, Festival Verbo/Galeria Vermelho, 2015) e as performances CAIXA DE MÚSICA (Paço das Artes SP, Studio Stefania Miscetti Roma, 2017, Festival Lux de performances SP, 2022) e CORPO AUSENTE (CLAREIRA, MAC-USP, 2021), a pesquisa da artista tem abordado o texto escrito e falado sob uma perspectiva diversa de criação de sentido: o texto como imagem, o texto como som, o texto como movimento ou gesto, o texto como desenho, o texto como roupagem ou pele. O foco não é exatamente o que se escreve mas também como se escreve e o quê o escrever gera no mundo do compreensível-sensível. ESCREVER COM EXU e ESCREVER COM IANSÃ são mais uma (grande) expansão dessa prática em que uma horizontalidade estendida se desenha no espaço sugerindo a possibilidade de lugares infinitos.



Portugal e Leilão de arte

A artista apresenta a performance "Por um Fio", no dia 15 de dezembro de 2023, no festival organizado pelo NOWHERE LISBOA, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa. Ela participou da 7ª edição do Leilão Anual do Iabsp (Instituto de Arquitetos do Brasil – São Paulo), que teve seu pregão online no último dia 18 de novembro de 2023. O evento, organizado pela Central Galeria, tem parceria do leiloeiro James Lisboa. Neste ano, o leilão contou com obras de cerca de 84 artistas, que gentilmente cederam suas obras por 70% do valor de mercado. Em abril passado, Elias apresentou a performance "CAIXA DE MÚSICA",

no projeto Plataforma Conexões do Museu da Língua Portuguesa, ocorrida no Saguão Central da Estação da Luz, na região central de São Paulo.



Sobre a artista

Artista visual e performer. São Paulo, 1978. Atuando na fronteira entre artes visuais, dança e literatura, explora as tensões que nascem do encontro entre texto e movimento, corpo e objeto, natureza e cultura, materialidade e espiritualidade. A performance, no seu processo criativo, se expande para outros meios enquanto processo e poética: telas, fotografia, vídeo, instalação, objetos têxteis são expansões da sua prática e discurso do corpo, que se constrói a partir de princípios da dança contemporânea e do Butô. Com mestrado em estudos de movimento na Royal Central School of Speech and Drama (Londres) e formação em literatura pela Universidade Livre de Berlim (FU Berlin), desde 2011, tem realizado diversos projetos artísticos, solo e relacionais, em museus, galerias e centros culturais no Brasil, onde vive atualmente, como Museu da Língua Portuguesa, MAM-SP, MIS-SP, MAC-USP, Paço das Artes SP, MARP, MUNA entre outros, e na Europa, onde viveu, trabalhou e estudou por 14 anos, como MAXXI Roma, Studio Stefania Miscetti Roma, Radialsystem, Uferstudios, Ada Studio Berlin entre outros. Festivais: SheDevil Festival de Vídeoarte de Mulheres (Roma, 2018), Plataforma (Berlin, 2013 e 2015), Dança em Foco (Rio de Janeiro, 2016), MIRADA – Festival Ibero Americano de Artes Cênicas (SESC SANTOS, 2022), entre outros. Temporada de projetos Paço das Artes 2018 e Temporada de exposições MARP 2020. Prêmios: FUNARTE MULHERES NAS ARTES VISUAIS 2013. ALDIR BLANC ARTES VISUAIS POR HISTÓRICO DE CARREIRA 2020. FUNARTE RESPIRARTE 2020. Coleções: Luciano Benetton, MAC/USP (Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo), MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto) e MUNA/UFU (Museu Universitário de Arte da Universidade Federal de Uberlândia).


SERVIÇO RÁPIDO

performances "ESCREVER COM IANSÃ" da artista do corpo Christina Elias

projeto Lonjuras

dia: 22 de novembro de 2023 (quarta-feira), 18h às 22h

local: Galpão do Sesc Pompéia

rua clélia, 93 água branca

são paulo - sp - 05042-000

site: https://www.sescsp.org.br/unidades/pompeia/

valor: gratuito

faixa etária: livre

redes sociais

Christina Elias: @christina_elias_art

Sesc Pompéia: @sescpompeia

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page